Diferentemente de outros tipos mais tradicionais de trabalho, nós freelancers e profissionais autônomos não temos dias específicos e até obrigatórios de não trabalhar ao logo do ano. Nesse artigo vou passar 5 dicas de como podemos administrar dias que precisamos “faltar ao trabalho” como freelancers.

Sendo empreendedores individuais não temos como delegar a comunicação com clientes para um gestor de projetos e muitas vezes também é difícil delegar trabalho. Um atestado médico para nós mesmos não ajuda muito e muito menos significa algo para um cliente. Então o que podemos fazer quando precisamos de alguns dias por questões de saúde, quando temos algo para resolver ou até quando queremos uns dias pra gente?

Esse assunto não costuma ser um tema frequente pois muitas vezes temos a crença e esperança de não ficarmos doentes. Contudo, pode ser que em algum momento você tenha que se ausentar e é bom que tenha um plano preparado para isso em deixar seu negócio rodando mesmo sem sua presença por alguns dias.

Informe os seus clientes

Quando seu cliente trabalha um empreendedor individual, como um freelancer, ele entende que está lidando com um ser humano e que existem contratempos uma vez ou outra.

É normal que as pessoas fiquem doentes e a maioria dos clientes vão entender a situação desde que você os informem ao longo do projeto - mesmo que acarrete em um atraso na entrega. Algo que sempre acho importante colocar é que o pior de uma perda de um prazo de entrega, mas sim a não comunicação com quem está esperando o trabalho ser entregue.

Avisar e renegociar o prazo em casos assim não tem problemas mas lembre de comunicar claramente aos clientes a situação. É tudo uma questão de reajuste de expectativas. Em casos mais extremos uma outra dica é ter alguém na sua rede de contatos que possa absorver esse trabalho pela emergência.

Quando o dia chegar tenha como prioridade informar todos os seus clientes que podem ser impactados por sua ausência. Diga que não poderá trabalhar por causa da saúde e que precisa focar em recuperar suas energias. Algo que é bem importante é já estabelecer um novo acordo dizendo que vai compensar posteriormente para que não haja atrasos e que o mantém informado.

Uma dica interessante é colocar uma resposta automática no seu e-mail para que novos possíveis clientes estejam cientes que não terão uma resposta de imediato e que logo retorna o contato.

Não há necessidade de reavaliar o valor que cobrou ou compensar o cliente de alguma maneira por algo assim.

Não se sinta culpado

Algo que já aconteceu algumas vezes comigo e já percebi em colegas freelancers é um certo sentimento de culpa quando temos que nos afastar do trabalho por algum motivo. Como assumimos a responsabilidade completa dos projetos que atuamos acaba que é um tanto quanto complicado simplesmente virar a cara para as tarefas.

Contudo, novamente é importante lembrar que imprevistos acontecem e fazem parte da vida. Tendo uma comunicação boa você sempre entenderá quais as consequências para seu cliente de um atraso e atuar da melhor forma. Frequentemente alguns dias de atraso não acarretarão em problemas, mas se tiver você também pode delegar para parceiros como comentei acima.

Se deixe descansar

Quando estamos com algum problema de saúde a principal ação que temos que fazer é aceitar o que nosso corpo está nos dizendo e buscar recuperar da melhor maneira. Se ficamos preocupados e até querendo trabalhar enquanto doentes provavelmente teremos uma melhora mais lenta e dependendo até não completa, levando a problemas crônicos muito piores.

Planeje sua recuperação

Sempre que possível tente estimar quanto tempo você deve levar para ficar bom e como você vai compensar o tempo que ficou fora de ação.

Muitas vezes esse tipo de planejamento envolve alguns sacrifícios posteriores e é importante estarmos bem com isso. Por exemplo, se você ficar 3 dias sem poder trabalhar, talvez tenha que cancelar uma saída no fim de semana seguinte que tinha planejado para compensar e não comprometer tanto os prazos.

Se por algum motivo mais delicado você não tiver um prazo curto para sua melhora, faça o esforço de delegar para profissionais de sua rede o trabalho para que ele seja finalizado. Esse tipo de atitude separa os reais profissionais pois é uma vontade de que o cliente tenha sucesso mesmo que não seja através do meu trabalho ou de frutos financeiros pessoais.

Se você trabalha com uma recorrência para um cliente não há necessidade de rever os valores daquele mês mesmo que tenha trabalhado menos. Dependendo do cliente haverá um dedução do valor naquele mês se fizer parte do contrato que firmou, mas em geral não tenho visto essa situação ocorrer. Situações como essas não são frequentes e os clientes entendem. Se não entenderem, talvez também seja hora de reavaliar se é o tipo de cliente que deseja trabalhar.

De qualquer maneira é importante manter um controle financeiro. Para isso sugiro esses dois artigos:

Não abuse dos dias sem trabalhar

Então você tirou alguns dias sem trabalhar, viu que deu tudo certo e agora? Não abuse. Os benefícios de tirar alguns dias para si não devem ser explorados como um recurso disponível a todo momento de forma similar a como uma empresa mais tradicional funciona.

Querendo ou não sair alguns dias cria desgastes nas relações com clientes e se usada de forma recorrente deixa de ter a compreensão daqueles que te contratam. Como um freelancer e empreendedores autônomos nós que temos a decisão de quando e como nos organizar para entregar o trabalho. O crescimento do seu negócio depende diretamente do esforço e tempo que coloca o construindo. Tudo bem tirar alguns dias, mas fazer disso uma rotina pra qualquer problema pequeno acaba prejudicando muito.

Concluindo

Eu gosto muito de planejar minha estrutura pessoal e de trabalho como uma coisa só. Da mesma forma que o meu trabalho potencializa minhas relações com pessoas e hobbies, meu descanso e hábitos fazem eu ser produtivo e focado.

Por isso eu acabo planejando meus dias e trabalhos para ter o mínimo de surpresas que realmente afetam minha entrega. Pensar de forma holística como organizamos nossas demandas pode ajudar muito em termos nossos dias sem trabalho com tranquilidade sem precisar até mexer em qualquer prazo.

O foco desse artigo foi em especial quando precisamos faltar ao trabalho. Em breve vou escrever um outro que é quando queremos não trabalhar em algum dia.

Esse artigo foi criado com base em um outro do Matt Olpinsky, sugiro dar uma olhada no blog dele pois tem bastante coisa legal. Conteúdo em Inglês.

Essas então foram as 5 dias simples para tirar seus dias para “faltar ao trabalho” como freelancers ou empreendedores autônomos. Você já teve alguma situação em que teve que tirar dias sem trabalhar assim? Conta aí nos comentários como foi.

Divirta-se!