Você já ouviu falar no termo Nômade Digital? É um conceito que está bem na moda, e ser um significa aderir a um lifestyle on the road aproveitando, de alguma forma, da liberdade que a internet te proporciona.

Tem nômades digitais minimalistas, hippies, luxuosos, que buscam algo ou que simplesmente não querem ficar no mesmo lugar por muito tempo. Não existe bem uma regra. O que importa é a liberdade!

Eu e minha esposa resolvemos aderir a essa vida nômade com um projeto que estamos chamando de Mini vidas. Gratidão ao David Kadavy pelo termo!

Uma mini vida é definida por um tempo (algo entre 2 e 4 meses) que passamos morando em um lugar vivendo o dia a dia normalmente como se fosse nosso local definitivo.

Para nós o que importa é pôr sentido. A cada lugar que vamos queremos entender mais sobre nós absorvendo o que há de melhor no mundo. É um caminho de desenvolvimento pessoal através dos desafios, belezas e culturas diversas que vivenciamos.

Vou contar um pouco mais sobre nossa jornada até o momento.

Como o trabalho remoto me possibilitou a ser um nômade digital

Em 2011 eu tomei uma decisão. Não queria trabalhar para ninguém mas sim ter meu próprio negócio. Mesmo que sem saber muito bem para onde ir, eu tinha em mim uma relação muito forte com a vontade de criar meu caminho em vez de seguir o de outra pessoa.

Abri empresas, trabalhei em diversos projetos, falhei diversas vezes, tive muitos aprendizados e, naturalmente, tive que desenvolver a habilidade de trabalhar em casa. Uso a palavra ‘habilidade’ pois envolve organização, força de vontade, muito planejamento e foco para conseguir construir algo.

Trabalhar online significa ser dono completamente do seu tempo. Sua produtividade depende apenas de você e distrações disponíveis é o que não falta.

O primeiro teste

Em 2016 a Amanda, na época minha namorada e hoje esposa, formou na faculdade e começou a trabalhar na minha empresa - a Benvenuto. Ambos trabalhávamos online e pela primeira vez tivemos uma oportunidade de simplesmente ir para onde quisermos.

Apareceu uma passagem barata para os Estados Unidos e lembramos que um casal de amigos nossos moram em Chicago. Foi a combinação perfeita para testar esse modelo de trabalhar e viajar.

Fomos para Chicago para passar um mês com a intenção apenas de trabalhar de outro lugar.

A experiência foi sensacional!

Na minha opinião o mais importante dessa viagem foi ter validado nossa proposta. Tínhamos condições de não só viver viajando e fazer um bom trabalho mas, principalmente, de absorver e aprender com as pessoas de cada lugar.

Mini vida 1 - Floripa

Quase um ano depois de nossa primeira experiência nos casamos e decidimos que em vez de seguir o caminho tradicional de buscar um lar fixo íamos morar viajando.

Na busca por um lugar no Brasil tínhamos alguns pré requisitos:

  • Lugar bacana para alugar

  • Qualidade de vida

  • Acesso a internet boa

  • Nenhum de nós conhecia

  • Boas recomendações

Unindo tudo isso achamos o lugar perfeito em Florianópolis - SC.

Não trabalhamos mais na Benvenuto, mas agora a Amanda trabalha com a Iglu e eu tive a mega oportunidade de me juntar ao time da High Stakes - que também segue o modelo de trabalho remoto.

Essa é nossa primeira mini vida de fato, então estamos ainda descobrindo bastante coisa e vou documentar aqui no site os atalhos, dicas e até mesmo as dificuldades, erros e aprendizados.

Qual é meu estilo nômade?

Lá em cima eu comentei que não importa muito qual é o estilo para ser considerado um(a) nômade digital, mas não significa que não tenho um estilo.

Eu ainda não sei definir ou pôr um nome para o jeito que estou lidando com essa vida, mas consigo colocar algumas características que definem a minha vontade e intenção com relação às mini vidas. Minha e da Amanda :)

  • Gostamos de alimentos orgânicos e veganos

  • Damos preferência a lugares claros, simples, organizados e novos

  • A beleza dos arredores é inspiradora, então melhor que seja um lugar bonito

  • Não ligamos para luxo, mas ligamos para a falta de conforto

  • Preciso de um lugar próximo para correr

  • Minimalismo é um constante conceito para guiar escolhas

  • Só serve se tiver amor e respeito com as pessoas ao nosso redor

O que vem por aí?

Aqui no blog cada vez mais vamos ter informações, guias, aprendizados e até momentos dessa jornada. E não podemos esquecer de toda nossa metodologia (em constante desenvolvimento e evolução) de transformar a vida para uma vida nômade.

Se você gostou comente abaixo e aproveite para curtir nossa página no Facebook para não perder nenhum post :)

Divirta-se!